Prefeituras e Governo de São Paulo vão à Itália em busca de tecnologia, conhecimento de boas práticas e atração de investimentos na área ambiental

Prefeituras e Governo de São Paulo vão à Itália em busca de tecnologia, conhecimento de boas práticas e atração de investimentos na área ambiental

 

Nesta semana, prefeitos de 5 municípios paulistas, acompanhados pelo Secretário do Meio Ambiente do Estado de São Paulo, Maurício Brusadin, encontram-se em Roma, no Senado Italiano, para discutir sobre economia criativa, fontes renováveis de energia e resíduos e sobre a direção que ambos os países vem tomando para a sustentabilidade ambiental do nosso planeta.

 

A missão, organizada pelo Movimento Cidades Inteligentes, em colaboração com a Associação de Amizade Brasil-Itália, tem como integrantes os prefeitos Elvis César (Santana de Parnaíba), Benjamin Bill (Nova Odessa), Edson Ortega (representando o prefeito de Ribeirão Preto), Guilherme Gazzola (Itú) e Jeferson Andrade (Madre de Deus), além de empresários, secretários e técnicos do setor de saneamento e de gestão de resíduos, recebidos pelo Senador Fausto Longo e pelo Deputado Fabio Porta, ambos eleitos pelos cidadãos italianos residentes na América do Sul.

A comitiva chegou em Roma em um período de extrema importância para a temática no Senado, quando apresentado pelos ministérios do Meio Ambiente (MATTM) e do Desenvolvimento Econômico (MISE), italianos, o documento de enquadramento e posicionamento estratégico para um modelo de economia circular para a Itália, que tem como objetivo diminuir o desperdício de matérias primas, ao fazer com que os resíduos retornem à sua origem num reaproveitamento que os mantêm continuamente no ciclo produtivo. Contemporaneamente foi lançada a proposta de implementação de ações com esse foco em cidades como Bari, Milão e Prato.

Para o Senador Longo, ítalo-brasileiro, membro da 10ª Comissão Indústria, Comércio e Turismo do senado italiano, “é de grande importância este relacionamento, com a troca de experiências e conhecimento em saneamento, energia e resíduos, setores em que a Itália se encontra em estágio avançado tecnológico e de gestão. Este contato direto abre caminhos para investimentos e atração de empresas para o Brasil, com inovação, geração de melhorias e criação de empregos”.

No programa, além de visita a plantas de gestão de resíduos e tratamento de esgotos, na abertura, houve uma mesa redonda destinada à apresentação do Brasil a empresários e investidores italianos. Na ocasião também se pronunciaram, da parte italiana, Marina Sereni (Vice-Presidente da Câmara dos Deputados), Prof. Carlo M. Medaglia (chefe da secretaria técnica do Ministério do Meio Ambiente) e Giampiero Rasimelli (serviço de relações internacionais da Região Umbria). Do Brasil, além do Secretário Mauricio Busadim, interviram Carlos Roberto dos Santos (Presidente da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo – CETESB), Luigi Longo (Assessor de Consórcios e Concessões na Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo) e José Luis Rhi-Sausi (Secretário Socioeconômico do Instituto Ítalo-Latino Americano - IILA).

Fonte: noticias.dino.com.br

Informações Adicionais